Kátia Flávia da Repartição

7 dez

Oi Pessoal!!!

Apesar de minha falta de disponibilidade de escrever aqui, no dia 05/11 comemoramos 1 ano de blog, com mais de DEZ MIL ACESSOS!!!!! EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!

Sei que não é um número alto de acessos para o mundo cibernético, mas o nosso blog é totalmente caseiro, não é atualizado com tanta frequência (vergonha!!!!)  e só os mais íntimos sabem que ele existe e aparecem por aqui. Por isso, mesmo assim, estou muito feliz com os nossos números, principalmente porque 10 mil é coisa do passado, atualmente já temos mais de ONZE MIL ACESSOS!!! 🙂 🙂 🙂

Pra comemorar, vou contar uma história que estava “começada” no meu arquivo há tempos, mas estava aguardando um momento especial para ser concluída e publicada.

Tícia, uma senhora casada, mãe de família, titular de um cargo público cobiçado de uma respeitável instituição pública do país, e para atiçar ainda mais o mal agouro das invejosas de plantão, por sorte do destino, Tícia nasceu linda e gostosona.

Embora tenho um corpo escultural, devido as formalidades do seu ambiente de trabalho, Tícia mantém em seu guarda roupa peças clássicas e na medida do bom gosto, recatadas.

Sexta-feira, “casual day”, Tícia resolveu colocar sua calça skinny, que embora pudesse tranquilamente entrar na classificação: “recatada”, para não marcar (e não “pagar cofrinho”), Tícia tinha que usar ela com uma calcinha bem pequena. E para essas ocasiões Tícia usava uma especial que havia ganhado do maridão: um indecente fio dental de cor pink.

Tícia havia provado a calça no dia anterior e guardou novamente na gaveta, mas naquele dia não achou a calcinha indecente que acompanhava o traje. Como representava “um quase nada”, Tícia decidiu que ela não faria falta e foi trabalhar com a calça sem a calcinha.

Não sei se todas as mulheres já tiveram uma experiência dessas, mas quando se sai sem calcinha, a mulher tem a sensação de que todos estão olhando e sabendo o que rola (o que não rola) por debaixo da roupa.

E com Tícia não foi diferente, durante o dia todo teve a sensação de que todo mundo olhava pra ela e sabiam que ela estava sem nada por baixo.

Mas tudo transcorreu bem, exceto pelo fato de que no meio da manhã teve a sensação de algo estranho tocando sua canela, algo tipo um rato. Olhou… não era nada… e ficou tudo bem.

Saindo para o almoço, Tícia caminhava faceira em direção ao carro pelo piso branco, recém reformado, da repartição pública onde trabalhava. E na direção oposta se aproxima um casal de idosos, que olhavam fixamente pra ela de forma estranha, segurando sacolas de mercado nas mãos.

Quando se aproximaram de Tícia, a Senhorinhaa derruba propositadamente uma das sacolas de mercado no chão e quando Tícia vira pra trás para ajudar, vê no meio do pátio branco, reluzindo, sua calcinha fio-dental pink.

A calcinha estava solta dentro da calça skinny (era o mesmo objeto que roçou a canela de Tícia durante a manhã) foi descendo pela perna. Tícia desfilou durante o trabalho com uma pedaço dela saindo por umas pernas por um bom tempo (daí o olhar do povo)  e bem no meio do pátio da repartição, no centro das câmeras de segurança, sob testemunha dos velhinhos, a calcinha caiu pra fora totalmente.

Tícia tentou voltar para pegá-la, mas o segurança da repartição foi mais rápido, surgiu do nada e resgatou a calcinha do meio do pátio.

Tícia correu para o estacionamento e ficou lá chorando e pensando nas possibilidades que poderiam estar acontecendo naquele momento, como de os seguranças estarem vendo as filmagens das câmeras de segurança para tentar descobrir a dona da calcinha. Só sossegou depois que conversou com a sua chefe, que garantiu no meio da crise de riso (enquanto Tícia ainda chorava), que as imagens das câmeras de segurança só são liberadas quando há indícios de crime.

Tícia passou os dias seguintes rezando pela paz no ambiente laboral, para que não acontecesse nada que justificasse a liberação das imagens das câmeras de segurança. E suas preces foram atendidas!

Passado o período de tensão, as colegas de trabalho de Tícia tomaram conhecimento do ocorrido e hoje ela é conhecida como a Kátia Flávia da Repartição.

Calcinha da Sorte

Anúncios

15 Respostas to “Kátia Flávia da Repartição”

  1. Adriana Artigas Santos Pansieri 08/12/2011 às 1:55 AM #

    Juju!!! Essa Tícia, se nos contasse TUDO o que já aprontou, ganharia todos os novos posts de 2012!!!! Sempre bom! Bjo, Adri

    • Ju Kuriu 08/12/2011 às 10:13 AM #

      Verdade Adri, depois que postei essa, já fiquei sabendo de outra da Tícia envolvendo essa mesma calça skinny.
      Aliás acho que devíamos convidar ela para o próximo bazar do amigasdapuc, pra ela doar essa calça para continuar fazendo histórias com outras Caias, Tícias e Mévias. hehehehe
      beijos

  2. Luciano Soares Neto 08/12/2011 às 8:17 AM #

    Ju, irmã querida!!! Chorei de rir imaginando a cena da calcinha….já fez meu dia melhor. Beijo saudoso, Luciano.

    • Ju Kuriu 08/12/2011 às 10:15 AM #

      Irmão!!!!
      Seja bem vindo aqui nos “comments”!! Sei que vc é meu leitor assíduo, mas é a primeira vez que escreve aqui. Adorei, também fez meu dia melhor! Saudades também! Beijocas

  3. Ali guimaraes 08/12/2011 às 8:26 AM #

    Kakakakakakkakaak
    Estou rola de de rir,Ju!!!!!!
    Parabéns pelos dez mil acessos!!!!!!!!! É coisa pra caramba!!!!!!!!
    Essa Katia Flávia tem história, hein????
    Beijos!!!!!!

    • Ju Kuriu 08/12/2011 às 10:16 AM #

      Ali!
      Você é sempre uma fofa, colaborando com o blog através do seu grande incentivo!
      Obrigada você, por estar sempre por aqui!
      beijocas

      • Ali Guimaraes 08/12/2011 às 11:30 AM #

        hahahahaha!!!!
        Ju, ADORO seu blog!!!!
        Fico rindo por horassss!!!!!!!!!
        Conta a continuação da saga da calça skinny!!!! kakakakaka
        Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • Ju Kuriu 08/12/2011 às 8:18 PM #

        Obrigada de novo Ali!
        Seu pedido já foi anotado! 🙂
        beijossss

  4. Rô Pasqualin 08/12/2011 às 12:22 PM #

    Achei a “história” muito criativa.
    kkkkkkkkkkkkkkk
    Gostei muito do blog.
    Já está na minha lista dos favoritos.
    Um abraço !!!

    Rô Pasqualin

    • Ju Kuriu 08/12/2011 às 8:17 PM #

      Muito obrigada Rô!
      Mas a criatividade não é minha não, isso tudo é fato da vida real, só estou delatando.
      hehehe
      Seja muito bem vinda por aqui.
      abraços

  5. Alana 09/12/2011 às 9:29 AM #

    kakakakakaka
    essa está entre as tops 10 Ju! com certeza!!!
    e veja se escreve com mais frequência, a gente sente muita falta viu?!?
    bjos!!!

    • Ju Kuriu 11/12/2011 às 7:01 PM #

      Ihhh
      Seus pedidos agora não podem mais ser negados…
      Vou escrever mais sim, don’t worry!
      Beijos Alaninha!

  6. paty fraga 09/12/2011 às 10:14 AM #

    Adoro vc Ju, suas historias são demais!!!

    • Ju Kuriu 11/12/2011 às 6:59 PM #

      Paty Querida!
      Adoro seus recadinho aqui!!! Obrigada!
      Quero saber uma história sua pra contar, tenho certeza de que vc dever uma boa.
      Precisamos marcar uma reunião pra eu fuxicar sua vida até encontrar. Sou boa nisso heim!
      beijocas

  7. Tati 16/12/2011 às 11:08 PM #

    Ahahahahahahaha!!!! Essa foi demais!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: